Skip to content

Amor em cinco atos: Ato V – Final feliz

2 de abril de 2013

Não podia terminar assim! Não faria sentido se Ele apenas subisse e nós continuássemos aqui apenas nascendo, crescendo, nos reproduzindo e morrendo, num ciclo sem fim. Então, Ele prometeu voltar e nos buscar, nos levar pra Ele, pra todo o sempre.

O último ato desta história de Amor ainda está por vir, e não demora – cada dia tenho mais certeza de que está mais perto. Breve, muito breve, ouviremos as trombetas, veremos os anjos, em com grande glória, o Rei vindo do Céu sobre as nuvens.

Não cabem aqui explicações teológicas sobre como isso vai acontecer. Cabe fazer com que todos saibam. Cabe dizer que esse será o desfecho glorioso da história deste mundo de pecado. Cabe lembrar a cada coração que todo o mal vai se findar. Que, desse dia em diante, o real significado do Amor vai ser vivido em todos os dias sem fim da nova vida. Que as marcas nas mãos vão lembrar pra sempre que não foi em vão. Que valeu a pena, porque agora viveremos com Ele, e não tem nada, absolutamente nada que nos separe dEle.

Está perto. Os sinais estão claros. É preciso anunciar aos quatro ventos. Precisamos nos preparar; não há mais tempo a perder.

Que a cada instante nosso coração esteja consciente de que estamos vivendo as cenas finais dessa história. Que a cada instante nosso coração se abrande na esperança de que o final será mais feliz do que qualquer coisa que já tenhamos imaginado por aqui. Que esse seja nosso maior desejo. Que seja breve.

Maranata!

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: