Skip to content

Sobre

Eu aprendi a ouvir a voz de Deus. Aprendi que quando as letras escapam dos meus dedos sem parar e quando meu próprio fôlego falta no último ponto final, é Ele, e não eu. E esse Vento quem soprou foi Ele. Dos meus lábios ou das minhas mãos nunca saiu nada.

Nos quase três anos de existência do Vento, ele cresceu e eu cresci. Quem nos carregou foi Deus. Quem nos levantou em cada queda foi Ele, e se alguma lágrima caiu aí do outro lado da tela, quem soprou o vento de paz ao coração foi Ele.

Esse Vento sopra e eu sou como pipa que é por Ele guiada. Como o vento que espalha as folhas de outono pelo chão, meu desejo e minha oração é que cada palavra escrita nesse blog chegue mais longe, chegue do outro lado do mundo, como eu não tenho nem ideia de como pode acontecer, afinal Seus pensamentos são mais altos que os meus.

Meu desejo e minha oração é que olhos sejam abertos, que a Luz chegue a quartos escuros, que a paz envolva corações aflitos e que estes batam pelo Mestre que dirige meus dedos pelas letras desse teclado.

Que tudo aqui seja dEle, por Ele e pra Ele. [A Ele seja a glória para sempre. Amém] Romanos 11:36

Meus lábios são Teus
São Tuas as minhas mãos
Meus pés, onde queiras, ali estarão

(Cândido Gomes, Janeiro)

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: